GUIA DE SERVIÇO SOCIAL

CAMPO DE ATUAÇÃO

A carreira em Serviço Social tem foco na coletividade e integração do indivíduo na sociedade. O profissional dessa área é chamado de Assistente Social e atua no combate às desigualdades da sociedade, analisando, acompanhando e propondo soluções para melhorar as condições de vida tanto de crianças e adolescentes quanto de adultos.

O Assistente Social age de forma direta em vários campos e instituições da sociedade, podendo desenvolver atividades nos domínios privados, governamentais e não governamentais, em áreas como:

  • Educação
  • Saúde
  • Gênero
  • Família
  • Trabalho
  • Habitação
  • Assistência
  • Lazer
  • Reabilitação
  • Sistemas penitenciários
  • Previdência social
  • Entre outras

A profissão de Serviço Social é regulamentada e, para exercê-la, necessário cursar a graduação em Serviço Social em faculdade reconhecida pelo MEC e obter o registro no Conselho Regional de Serviço Social.

O CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

O curso de Serviço Social é oferecido em grau de BACHARELADO e tem duração média de quatro anos. O objetivo é formar profissionais capazes de entender e analisar a dinâmica social e as dificuldades individuais e comunitárias. Além disso, o Serviço Social busca o fortalecimento das relações sociais, estabelecendo políticas que promovam a igualdade entre os indivíduos e a justiça social. Desde o início do curso, o estudante realiza trabalhos de campo em comunidades e espaços institucionais como escolas, sindicatos, ONGs, creches e cooperativas. O estágio supervisionado é obrigatório.

O QUE SE ESTUDA EM SERVIÇO SOCIAL

Entre as principais disciplinas do curso de Serviço Social, podemos citar:

  • Antropologia
  • Assessoria e Consultoria em Serviço Social
  • Desenvolvimento Econômico
  • Desenvolvimento Local e Territorialização
  • Direitos Humanos
  • Educação Inclusiva
  • Ética Profissional
  • Família e Sociedade
  • Filosofia
  • Formação Social, Econômica e Política no Brasil
  • Fundamentos das Políticas Sociais
  • Gestão do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)
  • Monitoramento e Avaliação em Serviço Social
  • Movimentos Sociais
  • Participação e Controle Social
  • Pesquisa em Serviço Social
  • Planos e Projetos de Intervenção Social
  • Política de Seguridade Social
  • Política de Atenção à Criança, Adolescente e Idoso
  • Psicologia
  • Responsabilidade Social e Meio Ambiente

MERCADO DE TRABALHO

O Assistente Social tem sido amplamente procurado para trabalhar em equipes multiprofissionais de diferentes setores. A grande maioria dos assistentes sociais brasileiros, segundo o Conselho Federal de Serviço Social, trabalha no setor público, em órgãos municipais, estaduais e federais.

Este profissional pode ainda trabalhar como autônomo (prestando consultoria sobre políticas sociais, por exemplo), ou integrar equipes multidisciplinares em empresas privadas, ONGs, associações, movimentos sociais, universidades (como docente ou pesquisador), institutos técnicos, escolas, creches e hospitais, entre outros.

Devido à desigualdade de renda e ao crescimento de políticas de inclusão e de acesso da população aos serviços básicos para o cidadão, existe uma demanda crescente por assistentes sociais no Brasil.

ATIVIDADES REALIZADAS POR UM ASSISTENTE SOCIAL

  • Planejamento, execução e coordenação de programas e projetos sociais.
  • Estudos e pesquisas sobre a realidade social.
  • Elaboração de pareceres sociais.
  • Análise, diagnóstico e proposição de políticas sociais.
  • Assessoria e consultoria de instituições públicas e privadas, organizações não governamentais e movimentos sociais.
  • Orientação de indivíduos e grupos quanto aos seus direitos sociais.
  • Realização de avaliação socioeconômica de indivíduos para acesso a benefícios e serviços sociais.
  • Ensino e pesquisa em instituições de ensino superior.

Órgãos públicos municipais, estaduais e federais das áreas de saúde, assistência social e previdência social são os que mais empregam assistentes sociais no Brasil, mas os assistentes sociais podem integrar equipes multidisciplinares e atuar em diferentes esferas da iniciativa privada. Para exercer a profissão, é necessário cursar a graduação em Serviço Social e obter o registro no Conselho Regional de Serviço Social do estado onde trabalha.

SALÁRIO

Os assistentes sociais não possuem um piso salarial nacional unificado. Existe um projeto de lei em tramitação, o PL 5278/2009, que pretende fixar o piso salarial de assistentes sociais em R$ 3.720 para uma jornada de 30 horas semanais. O Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) estabelece uma tabela de referência para a cobrança de honorários de assistentes sociais que trabalham sem vínculo empregatício (consultoria, assessoria e parecer social, entre outros).

REGULAMENTAÇÃO

REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO LEI N° 8.662, DE 7 DE JUNHO DE 1993

DEPOIS DA GRADUAÇÃO

Após a graduação o Assistente Social pode optar em ser fazer pós-graduação em diversas áreas como, por exemplo:

  • Saúde
  • Social
  • Jurídica
  • Educação
  • Gestão
  • Entre outras